- Nenhum comentário

Casinhas comemora 26 anos de emancipação política com anúncio de ações e lives com artistas da terra.

 


O município de Casinhas, localizado na região do Agreste Setentrional, a 130 km do Recife, festeja 26 anos de emancipação política, no próximo dia 12 (segunda-feira). Para marcar a data, a prefeitura elaborou uma programação alternativa, por conta da pandemia.


A prefeita Juliana Barbosa (DEM), anunciou que a festa tem como tema “Casinhas, um novo florescer nesta terra sagrada sem igual” e vai contar com lives com artistas locais, concurso de “Miss e Mister emancipação”, lançamento do Brasão do município, além da inauguração do pórtico na entrada da cidade e entrega de veículos.


“As ações alusivas ao aniversário de Casinhas vão acontecer seguindo todos os protocolos estabelecidos pelas autoridades sanitárias, dentre as ações também faremos o lançamento do programa: Autocuidado a afetividade feminina, para distribuir absorventes a todas as adolescentes do município. Vamos iniciar cursos profissionalizantes de cortes e costuras, além de criarmos um grupo de ballet e realizar uma ação verde no município. Vamos inaugurar o pórtico da cidade e entregaremos dois automóveis novos”, comemorou Juliana.


A programação terá alvorada festiva a partir das 06h, do dia 05 ao dia 12; hasteamento das Bandeiras em frente à prefeitura. Na segunda-feira (12) terá a Missa Solene em Ação de Graças, celebrada pelo padre Severino João, às 10h, na Igreja Matriz.  Logo em seguida, haverá a inauguração da obra do pórtico da cidade, e a entrega de dois veículos para ampliar a frota.


Histórico – Casinhas era distrito de Surubim. Foi emancipada como cidade pela lei estadual nº 11.228, de 12 de Julho de 1995, sendo instalado município em primeiro de Janeiro de 1997.


Os relatos dos moradores mais antigos, contam que por volta do ano 1890, entre a cidade de Bom Jardim e uma mata no território, existia uma pequena casa de palha, em que residia uma senhora com necessidades especiais, que acolhia os viajantes que passavam pelo local.


Com o passar do tempo, outras famílias passaram a morar nas proximidades. Construíram uma Igreja tendo como padroeira Nossa Senhora das Dores, originado o povoado de Casinhas. A vila tornou-se distrito de Surubim em novembro de 1929.


A jovem Casinhas se destaca com a produção de artesanato, manifestações culturais, na culinária regional e na forte religiosidade de sua gente. No mês setembro acontece a festa da padroeira Nossa Senhora das Dores, em 2021 serão festejados 45 anos de fé e tradição.


A criação de bovinos é uma importante atividade, sobretudo para produção de leite e outros derivados. Próxima do polo de confecção do Agreste, a fabricação de roupas tem gerado oportunidades de geração de emprego e renda, nos chamados ‘fabricos’ e ‘facções’ que estão fortalecendo a economia local.


Fonte: Luz Comunicação.

 

0 comentários:

Postar um comentário